sexta-feira, 11 de setembro de 2015

a actualidade do dia-a-dia, numa visão pessoal do jornalista...!

Bom dia, já leu o Expresso Curto Bom dia, este é o seu Expresso Curto
Martim Silva
Por Martim Silva
Editor-Executivo
 
11 de Setembro de 2015
 

Novo Banco, solução velha: adia-se e pronto 


Bom dia,

Que a venda do Novo Banco anda embrulhada, não é preciso ser um génio para ter percebido. Mas parece que a coisa está mesmo pior do que se adivinhava e as negociações com a Fosun também não estão e chegar a bom porto. Depois de falhar o acordo com os chineses da Anbang, depois de se perceber que os americanos da Apollo não tinham ficado em segundo lugar no concurso, agora são as negociações com a empresa (também ela chinesa) que já manda em Portugal na Fidelidade e no Hospital da Luz que correram mal.

O Diário Económico de hoje (que tal como o Sol faz manchete com o tema) já diz que o banco, ao contrário do que o Governo e o Banco de Portugal andaram durante muito tempo a dizer, não vai ser vendido para já, ficando a solução só para depois das eleições legislativas.
Segundo explica o jornal, a proposta da Fosun implica um encaixe líquido de 1,5 mil milhões para o Fundo de Resolução, cerca de metade do pretendido. A ideia passa agora por lançar um novo concurso depois das legislativas e quando já forem conhecidos os resultados dos testes de stress europeus ao Novo Banco.

Neste caso o problema não é atirado para debaixo do tapete. Mas quase... Quem vier a seguir que resolva, porque para pagar estão cá os do costume.


OUTRAS NOTÍCIAS
Cá dentro,

Deixem-me abrir um capítulo nesta newsletter dedicado à campanha, que agora aquece a sério:
Depois de na véspera ter derrotado Passos no frente-a-frente televisivo (como a sondagem da Eurosondagem confirmou), António Costa voltou ontem a sentar-se num estúdio televisivo, agora para ser entrevistado (por Vítor Gonçalves) na RTP. Se na véspera Costa fez tudo para se demarcar fortemente de Sócrates, agora vestiu a pele de animal feroz que todos colamos ao antigo líder do PS. Leia aqui como o secretário-geral do PS se atirou ao entrevistador

Quanto a Passos, dentro da coligação embora se garanta que a estratégia é para manter, reconhece-se que o primeiro-ministro não esteve bem e espera-se que agora seja capaz de arregaçar as mangas e tentar impedir que o PS cavalgue esta onda.

Capítulo em que um e outro, Costa e Passos, estão muito parecidos é no tom das frases comicieiras que estão a lançar. Ontem, Passos disse que “não estivemos de faxina para lhes facilitar o regresso”. E na onda de imagens coloridas, Costa respondeu que a “direita está na prisão”.

Na campanha, os líderes do PSD e do CDS vão andar quase sempre juntinhos. Irrevogavelmente.

Ainda à volta das eleições, muito se tem falado sobre a forma como Sócrates, detido em prisão domiciliária, poderá votar a 4 de outubro. Este artigo do Expresso Diário explica as confusões, dificuldades e perplexidades e a forma inédita como Sócrates e Salgado (os dois estão em prisão domiciliária mas sem pulseira electrónica) podem depositar o seu voto na urna.

Finalmente, estes tesourinhos, uns mais deprimentes que outros, com histórias de outras campanhas, são uma excelente leitura por estes dias.


Deixemos agora as eleições.
O número de crianças com excesso de peso em Portugal está a diminuir, e ainda bem.

A Mariana Cabral, jornalista do Expresso e doida por bola, foi jogar no relvado do Estádio da Luz. E conta aqui a experiência. (Hoje o Benfica regressa aos jogos do campeonato)

O Teatro Nacional D. Maria II abre a temporada e tem as portas abertas com entradas gratuitas entre hoje e domingo.

Contabilistas vão fazer de advogados em ações contra o Fisco, conta o DN

Lá fora,
-Faz hoje precisamente 14 anos do mais terrível e mortífero atentado terrorista da nossa história. Foi a 11 de Setembro de 2011 que as Torres Gémeas caíram. E que o mundo tal como o conhecíamos mudou. Este link que aqui deixo lembra o atentado, mas num ângulo bem diferente: qual a relação entre o 9/11 e o cancro?

-Hillary Clinton, depois de meses de negação, lá veio pedir desculpas por ter usado uma conta privada de mail quando liderava os Negócios Estrangeiros da Administração americana. Mas, pergunta a Atlantic, será que chega? Não é tarde demais?

-Ainda na campanha presidencial norte-americana, um conjunto de artistas latino-americanos vai gravar uma música contra Donald Trump

-Há momentos carregados de simbolismo histórico e cujo valor é muito superior ao seu significado facial. Como a decisão das Nações Unidas permitindo que a bandeira da Palestina seja hasteada junto ao seu edifício, em Nova Iorque, ao lado das bandeiras dos Estados que compõem a organização.

-Jeremy Corbin pode estar a um pequeno passo de se tornar o líder dos Trabalhistas britânicos, virando o partido ainda mais para a esquerda. Muitos consideram que a guinada pode ser um desastre.

-Os países da UE andam a discutir o que fazer perante a crise dos refugiados sírios. Em cima da mesa está agora a proposta Juncker para a concessão de mais de 120 mil pedidos de asilo. Se acha que o esforço europeu é muito grande, apenas lhe digo que no ano passado mais de 80 por cento dos refugiados sírios foi acolhida em chamados países em vias de desenvolvimento (e não no nosso rico e egoísta quintal europeu).

-Obama anunciou a intenção de acolher 10 mil refugiados sírios.

-As autoridades da Hungria continuam na sua dignificante atuação em relação à chegada dos refugiados, e agora até com a ajuda de arame farpado e militares armados.

-Ainda sobre este tema, se é verdade que a maioria dos refugiados que estão a chegar à Europa vem da Síria, muitos outros chegam de outros países. Aqui pode saber de onde estão a vir para a Europa e o porquê do abandono dos seus países.

-O Brasil vê agora o seu rating descer para lixo e os problemas não param de crescer para Dilma.

-Um impressionante feature da Der Spiegel conta como as forças de segurança do Egipto estão a eliminar jovens ativistas

-Passou mais ou menos despercebido por cá, mas também houve debate na Grécia para as legislativas. E parece que Tsipras não conseguiu convencer.

-Uma nova espécie de hominídeo foi descoberta na África do Sul. Estes nossos antepassados mediam metro e meio, pesavam 45 quilos e tinham o cérebro do tamanho de uma laranja.

-Esta semana foi semana de novos lançamentos da Apple. Aqui se explica como a empresa desenvolveu o novo sistema touch 3d.


NÚMEROS
20
Vinte é o número mágico para quem estuda. Patrícia Resende teve vinte. Mas teve vinte a tudo. E entrou em Arquitectura no Porto. Leia a história desta aluna universitária.

3,4
Milhões de espetadores viram o debate Passos Costa, tornando-o de longe o confronto político mais visto em toda a história da democracia.

28.5
Os 28,5 milhões de dólares ganhos no último ano fazem de Sofia Vergara a atriz mais bem paga do mundo atualmente


FRASES
"Não fará mal nenhum ao país aprender a fazer consensos", Catarina Martins, líder do BE, em entrevista ao Diário Económico

"António Costa não sanciona a prática e o comportamento socrático, não alinha na carpideira nostálgica, não alimenta o peditório da cabala. A pantufada (à Soares) elucida espíritos mais ou menos confusos", Raúl Vaz, diretor do Diário Económico

"Dá-lhe agora", expressão que segundo o CM foi utilizada por José Sócrates durante o debate entre Costa e Passos. Aqui pode ver a foto do jantar de Sócrates no dia do debate

"Marcelo Rebelo de Sousa tem excelentes condições para ser Presidente da República", Ilídio Pinho, empresário, em entrevista ao DN


O QUE ANDO A LER
As minhas três sugestões de leitura são de três livros agora lançados e que valem bem uma leitura. Nos próximos dias vão ser a minha companhia:

Da prata da casa (Bernardo Ferrão e Cristina Figueiredo) surge uma biografia não autorizada de António Costa. Numa altura em que o líder do PS pode estar a poucas semanas de se tornar o próximo primeiro-ministro de Portugal “Quem Disse que Era Fácil?” é uma leitura obrigatória.

Como obrigatório é o livro de outro jornalista, Vítor Matos, da Sábado (autor de uma óptima biografia de Marcelo Rebelo de Sousa). “Os Predadores” relata o lado mais negro, escuro e podre dos partidos que temos.

Finalmente, “Purity”, o novo romance do americano Jonathan Franzen, que o Ricardo Costa também recomendou aqui na última segunda-feira. Para quem, como eu, leu “Liberdade” e “Correcções” praticamente de seguida, esta era uma publicação muito aguardada.

Hoje é sexta-feira, pelas 18.00 temos Expresso Diário. Ao longo do dia pode acompanhar a atualidade no Expresso Online. E também andamos ativos no Snapchat e no Whatsapp.
Amanhã é, como sempre, dia da edição semanal do Expresso.
Tenha uma grande-sexta feira e um fim de semana ainda melhor