sábado, 31 de outubro de 2015

a começar o dia...?

Martim Silva
Por Martim Silva
Editor-Executivo
30 de Outubro de 2015
Um Governo (a prazo), um aparelho, um Presidente
Bom dia,
"Eu abaixo assinado declaro solenemente por minha honra que cumprirei com lealdade as funções que me são confiadas"

Esta vai ser hoje uma das frases mais ouvidas. No Palácio da Ajuda, pelas 12.00, vão tomar posse os ministros do XX Governo Constitucional, liderado por Passos Coelho. E por 17 vezes se vai ouvir este juramento.
A seguir, são os secretários de Estado. Estes normalmente tomariam posse uns dias depois. Mas "normalmente" é uma palavra que não se aplica nesta altura à vida política portuguesa.
O que não vamos ouvir mas vai estar na cabeça de todos é que o juramento, neste caso, vai ser mais do género "Eu abaixo assinado declaro solenemente por minha honra que cumprirei com lealdade as funções que me são confiadas.. ainda que seja por escassos dias".

Sobre o tema hoje vale a pena ficar a saber isto:
Além dos ministros, tomam também posse os secretários de Estado. E como este artigo explica, acentua-se a tendência de recurso à prata da casa. Que é como quem diz, o aparelho partidário tem maior presença neste governo da coligação do que no anterior. Além disso, a imprensa de hoje dá nota da presença dos filhos de Maria José Nogueira Pinto e de Jaime Gama entre os novos secretários de Estado.

no expresso curto...





novo governo
O Presidente desfiou todos os compromissos que um Governo tem de cumprir e deixa aviso político: é preciso estabilidade, porque "ninguém confia" num país ingovernável". PS viu discurso como "cordato". novo governo
Passos Coelho falou como primeiro-ministro empossado, mas a nuvem negra de um futuro curto pairou no discurso. Cheio de recados acenou com o risco de mais sacrifícios se o caminho for alterado.


no i...


Martim Silva
POR Martim Silva
Editor-Executivo

Governo já tomou posse. 11 dias para a hora H

Boa tarde,
O XX Governo Constitucional tomou hoje posse. Mas este não é o dia 1 do novo ciclo. É antes o dia -11 para sabermos finalmente se teremos, como tudo indica, um novo ciclo depois deste novo ciclo.

1. Cavaco pede ao Governo “esforço de diálogo” com outras forças partidárias
Na posse do Executivo, o Presidente da República alertou para perigos da ingovernabilidade e para a necessidade de cumprir os compromissos, pediu estabilidade política e fez caderno de encargos que poderia ser dirigido a um outro eventual futuro Governo.

2. Passos como se nada fosse: “Recebi um mandato claro para governar”
“Não permitirei desvios precipitados” que poderiam '“deitar tudo a perder'”. Foi a única referência indireta à conjuntura. Pedro Passos Coelho fez um discurso de posse de costas voltadas para a crise política. Disposto a ''renovar e fortalecer a construção de entendimentos com todas as forças políticas''.


no expresso diário...


A posse de um Governo que antes de o ser arrisca-se a nunca ter sido

REPORTAGEM Passos Coelho, Paulo Portas, quinze ministros e trinta e seis secretários de Estado tomaram posse ao início da tarde de hoje na sala do costume, no Palácio de Ajuda. Mas tudo parecia diferente. A batalha segue dentro de onze dias


DISCURSOS

Cavaco pede ao Governo compromisso com a "opção europeia" (a este... ou ao próximo?)

PALÁCIO DA AJUDA Na tomada de posse, Passos Coelho fez um discurso de costas voltadas para a crise política: "Recebi um mandato claro para governar". Carlos César garante que negociações à esquerda estão a correr bem