sexta-feira, 13 de novembro de 2015

informações [educação]... educação e tecnologias digitais, empreendedorismo [formação] e livros [actividades]... no boletim do cirep...!

Boletim Informativo n.º 173 - 13/11/2015



Informações Gerais

 
A Educação à luz do digital: o olhar da investigação

O projeto TEA: Tablets no Ensino e na Aprendizagem, uma iniciativa da Fundação Calouste Gulbenkian em parceria com a Fundação Portuguesa das Comunicações, organiza um painel intitulado “A Educação à luz do digital: o olhar da investigação”.

O objetivo das sessões com o título genérico "A Educação à luz do digital", que têm vindo a decorrer ao longo deste ano letivo, é estimular a discussão em torno da adoção de tecnologias digitais e, mais particularmente, de tecnologias móveis. É seu propósito contribuir para ajudar a refletir sobre os desafios que a introdução das tecnologias digitais/móveis na educação, e a sua utilização por parte de professores e alunos, coloca a quem tem por incumbência decidir, a diferentes níveis de abrangência, sobre a educação em Portugal.

A entrada é livre, mas sujeita a inscrição prévia até ao dia 20 de novembro de 2015.


Empreendedorismo em contexto educativo com crianças dos 3 aos 12 anos

A Unidade de Formação ao Longo da Vida (UFLV), do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja), divulga a ação de formação contínua em “Empreendedorismo em contexto educativo com crianças dos 3 aos 12 anos”, acreditada com despacho do Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua, que decorrerá no IPBeja.

A referida ação terá início a 20 de novembro e destina-se a educadores de infância e professores dos 1.º e 2.º ciclos do ensino básico.

As candidaturas devem ser realizadas no portal do IPBeja.
 
 
Dias do Desassossego

A Fundação José Saramago e a Casa Fernando Pessoa escolheram duas semanas para celebrar a voz dos livros em diversos lugares da cidade de Lisboa e em boa companhia.

De 16 a 30 de novembro, são os livros que estão no centro das atenções: lançam perguntas, rebatem ideias, provocam, inquietam. As duas casas de autor apresentam, para a 3.ª edição dos Dias do Desassossego, um programa que cruza música, cinema, mesas-redondas, ações de animação e promoção da leitura, poesia dita, passeios na cidade - guiado, sempre, pela literatura.