quinta-feira, 5 de novembro de 2015

umas miscelânias editoriais...

Pão e circo (mas sem pão)

Pedro Rolo Duarte
Na passada terça-feira, quem circulasse de automóvel na zona central de Lisboa pela hora do almoço sentiria na pele o sufoco de uma cidade paralisada. O trânsito estava caótico, as filas entupiam o Marquês de Pombal, e só para dar uma ideia do fenómeno, o percurso de Entrecampos a Campo de Ourique demorava pelo menos 40 minutos (normalmente faz-se, no máximo, em 15 minutos). Não havia razão aparente para aquela balbúrdia. Quase nunca há. Mas que ela existe quando menos se espera, é um facto. Nessa mesma terça-feira caótica, o executivo camarário de Lisboa anunciou ao povo da capital a boa nova: vai renascer a Feira Popular, num terreno que a Câmara comprou por mais de 11 milhões de euros. | Continuar a ler...

 

 

As escolhas de Pedro Rolo Duarte


Há algum tempo que frequento o Mic. O Mic é um agregador de notícias, mas também um jornal online, que nasceu há 3 anos da cabeça de dois jovens, Chris Altchek e Jake Horowitz, com um propósito muito claro: fornecer a informação que interessa às gerações mais novas.
Uma boa notícia para os tradutores: não há (ainda) como contornar o conhecimento humano da língua. Se dúvidas houvesse, a noticia que veio de Espanha esta semana dá para rir mas também dá que pensar: deixando ao cuidado do Google a tradução, a tradicional Feira do Grelo, que se realiza na cidade vizinha de Pontes de García Rodríguez, transformou-se subitamente na Feira do Clitóris, uma delícia gastronómica típica da cozinha galega. A língua portuguesa é traiçoeira, mas a tradução na net ainda é mais...
Sei que chegou o Netflix e que há séries modernas e fabulosas para ver. Mas confesso: associo o Outono e o começo dos dias chuvosos à família Crawley e aos seus criados em Downton Abbey. Escrita e criada pelo vencedor de um Óscar, Julian Fellowes, é um fabuloso quadro de época e de tempos de mudança.


via mensagem do sapo 24...