quarta-feira, 16 de março de 2016

a actualidade do dia-a-dia, numa visão pessoal do jornalista [1]...!

Bom dia. Orçamento, negócios na banca e o adeus a Nicolau
 
Orçamento aprovado, negócios na banca que deixam o mercado mais espanhol, o adeus a Nicolau Breyner, as conquistas de Trump e o que sabemos dos nossos adolescentes, escreve Artur Cassiano
 
Quarta-feira, 16 de MARÇO | 09:10
  DN
 

1. Mais pobres isentos de IMI
 
O "ambicioso" Orçamento, como António Costa lhe chamou, é hoje aprovado. A versão final soma 28 propostas do BE ,12 do PCP, sete do PEV e seis do PAN. O IMI, que sofreu várias alterações durante a discussão, ficou "mais amigo" das famílias mais pobres. O que mudou? Ficam isentas deste imposto mesmo que tenham dívidas ao fisco ou à Segurança Social. O que não mudou? A posição do PSD: votar contra todas as propostas iniciais e abster-se contra todas as alterações. A rigidez acabou por chumbar propostas do PSD da Madeira. E a geringonça que "não é uma geringonça" funcionou. "Quem achava que ia falhar, enganou-se!", diz o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares à TSF. Fechadas as contas para 2016, já há mudanças pensadas para 2017. O governo prepara mais taxas, novas taxas, para a chamada fiscalidade verde.
 
2. Uma troca
 
Os catalães do CaixaBank ficam com o controlo do BPI, Isabel dos Santos com o Banco de Fomento de Angola. O negócio abre portas ao CaixaBank - que deverá ter a concorrência do Santander - na corrida ao Novo Banco. Contas finais? Quase metade do mercado bancário português fica em mãos espanholas.
 
3. Um 10 de Junho em março
 
A cerimónia é inédita. É uma espécie de 10 de Junho antecipado, mas para dar as boas vindas a Marcelo Rebelo de Sousa. Um grande desfile militar aguarda pelo novo Presidente na próxima segunda-feira, em Mafra. 800 militares vão desfilar para Marcelo que irá fazer o seu primeiro discurso como Comandante Supremo das Forças Armadas.
 
4. Mais tarde e sem preservativo
 
O que fazem eles aos 15 anos? Menos sexo - há uma diminuição desde 2010 - mas só 25% usam preservativo. O estudo da Health Behaviour in School-aged Children (HBSC) da Organização Mundial de Saúde revela que apesar da diminuição registada em relação a 2010, Portugal é o sétimo país, de 43, onde há mais relações protegidas.
 
5. Ser superministro dá imunidade
 
Lula da Silva vai aceitar ser superministro de Dilma Rousseff. "A falta de vergonha, de escrúpulos, de respeito para com os brasileiros e a justiça", denunciada por Ricardo Noblat, colunista do jornal O Globo, permite a Lula da Silva ficar longe das ações do juiz responsável pelo Caso Lava - Jato, ganhar tempo, evitar o impeachment de Dilma e saber que só será, se for, julgado pelo Supremo Tribunal Federal.
 
6. O adeus a Nicolau
 
O funeral realiza-se esta tarde, às 15.00, em Lisboa. No DN, Sarah Adamapoulos recorda-nos o alentejano João Nicolau. "Chaparro absoluto", dizia ele de si próprio.
 
Também é notícia
 
Nas primárias dos EUA, mais uma vitória para Donald Trump: conquistou a Florida, estado natal do rival à corrida para a nomeação republicana Marco Rubio, que, perante os resultados, anunciou a sua saída da corrida à presidência. Do lado democrata, também Hillary Clinton venceu este importante estado. A NBC foi a primeira a avançar com as projeções.
 
Este 2016 promete ser o ano em que (finalmente) a tecnologia de realidade virtual entra nas casas da classe média. Isto se as apostas das gigantes tecnológicas derem frutos. Ontem, ficámos a saber que o aguardado acessório para a PlayStation 4 que permite jogar em ambiente "imersivo" chegará ao mercado em outubro, por 400 euros (o que é menos do que a concorrência). Resta saber se a coisa pega.
 
Ainda na indústria do entretenimento, agora no cinema, outro muito falado acontecimento que se tornará mesmo realidade: vai haver mais um filme de Indiana Jones, realizado por Steven Spielberg e com Harrison Ford no papel do mais famoso arqueólogo do mundo. O ator terá 77 anos quando o filme estrear. Irão dar a Indiana Jones um destino no grande ecrã semelhante ao de Han Solo, a personagem de Ford em Star Wars?
 
A História não deixa de nos surpreender. Uma das mais recentes surgiu esta terça-feira no Washington Post, sob o título "Quem é o homem mais fotografado da sua era? Pista: Não é Lincoln..." A referência ao Presidente americano surge porque a "era" referida é a segunda metade do século XIX. E curiosamente, trata-se de um negro. Descubra tudo aqui.
 
O OE2016 é hoje aprovado na AR. Além disso...
 
A Fundação Aga Khan concretiza a doação de 200 mil euros ao Museu Nacional de Arte Antiga para a aquisição do quadro de Domingos Sequeira "Adoração dos Magos". Este valor irá juntar-se a outro tanto conseguido através de doações particulares. O ministro da Cultura, João Soares, preside à cerimónia. Começa o período (até 31 de março) de reclamação prévia do cálculo efetuado pelo Fisco dos montantes das despesas dedutíveis em IRS (saiba mais aqui). Realiza-se o voo inaugural das ligações postais diretas entre Estados Unidos e Cuba, após 50 anos de interrupção.
 
Com Ricardo Simões Ferreira