domingo, 17 de junho de 2018

entrevista 'greve dos professores': a aluna que diz “estou convosco”... ora bem...!

Inês Gonçalves é aluna do 12.º ano, tem Português como específica e escreveu uma nota no Facebook, partilhada por milhares, a defender o protesto dos professores. Porque não foi ensinada por “mágicos ou feiticeiros”

Texto de Amanda Ribeiro • 14/06/2013 - 17:23



Não foi ensinada por “mágicos ou feiticeiros”, mas sim por “professores”. “Professores” que ensinaram milhares de alunos a serem “pessoas, seres pensantes e activos, não apenas bonecos recitadores”. Na noite de quinta-feira, Inês Gonçalves, aluna do 12.º ano, publicou uma nota no Facebook em que se põe ao lado deles. “Estou convosco”, escreve. Agora, já conta com mais de seis mil partilhas — e o número não pára de crescer.

“Os professores não fazem greve apenas por eles, fazem greve também por nós, alunos, e por uma escola pública que hoje pouco mais conserva do que o nome. Fazem greve pela garantia de um futuro!”, lê-se no depoimento, que está a atingir dimensões surpreendentes para a autora. “Nunca pensei”, confessa. Até porque tudo começou por um desabafo.

Finalista em Artes Visuais da Escola Secundária do Pombal, Inês estava “farta” de chegar ao Facebook no final de mais um dia de estudo e ver os seus colegas a manifestarem desagrado em relação à greve dos professores convocada para 17 de Junho, data do exame nacional de Português. “Escreviam coisas que nem sempre tinham base argumentativa”, descreve, ao P3, a estudante que, lendo os comentários, se foi apercebendo de um certo “clima de egoísmo entre os próprios alunos”.

“Estava mesmo farta”, repete. Por isso, decidiu escrever a pequena nota que foi, inicialmente, enviada para alguns amigos com quem já tinha partilhado a ideia. “Para saber qual era o ‘feedback’ e para conseguirmos um diálogo em torno disso.” Depois, decidiu publicá-la no Facebook. “Achei que, em vez do ‘boca a boca’ ou dos comentários, o melhor seria demonstrar a minha raiva em alguma coisa em que pudesse concluir o que eu pensava.”

Português é a "específica" de Inês
O que foi escrito “para fazer pensar” o grupo de amigos, está agora a ser partilhado por “alunos, professores, encarregados de educação, pais, avós, desempregados, precários e emigrantes forçados”, os “reféns” que a aluna enumera, discordando do “sequestrador” que Nuno Crato designou. “Está a ter o papel importante de fazer pensar”, espera. “Mesmo que a greve não tenha resultados práticos — que espero que tenha — está a fazer reflectir.”

Português é a específica para entrar em Ciência Política e Relações Internacionais, o curso que quer seguir, mas considera que a possibilidade de o exame não se realizar na data marca é “um pormenor mínimo no meio do que está em jogo”. A “instabilidade”, claro, não traz as “condições ideais para o estudo”, mas Inês recusa dramatizar. “Se o exame não for feito agora, será depois. Não vamos deixar de entrar na faculdade, nem ficar no limbo.” É “óbvio” que fará “mossa” na vida dos alunos, mas “fazer a greve à hora do almoço não teria resultado”. Em Pombal, muitos alunos terão de fazer quilómetros para o exame e, por isso, consideram que a greve “é um egoísmo por parte dos professores”. Inês, no entanto, considera que esses colegas se “focam demasiado no próprio umbigo” e não olham para as “repercurssões a curto, médio e longo-prazo”.

Nos três anos de ensino secundário, apanhou mudanças extremas. Só tem aulas de manhã porque cortaram disciplinas — algumas, considera, “fulcrais” para quem segue a área. Aponta o dedo ao governo e às políticas educativas. “Não tenho a menor dúvida de que vamos mal preparados para a universidade.” Para Inês, que é militante do Bloco de Esquerda, as declarações em que o ministro da Educação garantiu que a data do exame não será alterada demonstram “uma imensa desconsideração pelos professores e alunos” e “contribuem” para toda a instabilidade. Conta com o “bom senso” de Nuno Crato quanto às candidatura deste ano à universidade, mas não desespera. “A nossa vida não vai acabar no Verão.”  


in p3, do público...                

e é para continuar... ilc, mais de 20.000 assinaturas...!




via paulo guinote...

quinta-feira, 14 de junho de 2018

educação... muita formação à escolha...!

   
 
14 de junho de 2018
 
 

 
 
 
 
Curso de Preparação para as Provas de Seleção no Centro De Avaliação do EPSO (Serviço Europeu de Seleção do Pessoal)
No âmbito do processo de seleção de pessoas para o exercício de funções em instituições da União Europeia, o INA disponibiliza este curso visando a preparação dos candidatos para um conjunto de provas a realizar no Centro de Avaliação do Serviço Europeu de Seleção de Pessoal (EPSO), em Bruxelas ou no Luxemburgo.

Espanhol para Relações Públicas
A formação permitirá aplicar a linguagem e agir de acordo com as várias funções de Relações Públicas, bem como conhecer o Código Europeu de Conduta Profissional de Relações Públicas, entre outros temas.
 
     
     
 
COMPETÊNCIAS DE BOA GOVERNAÇÃO
 
 
Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas | +info
Sistema Integrado de Avaliação de Desempenho na AP | +info
Transposição de Diretivas Comunitárias | +info
Processamento de Vencimentos e Ajudas de Custo | +info
SROI - Social Return of Investment - Medição de Impactos de Programas e Políticas | +info
QUAR - Quadro de Avaliação e Responsabilização (SIADAP 1) e Controlo Interno | +info
 
     
 
COMPETÊNCIAS TÉCNICO-INSTRUMENTAIS
 
 
Técnicas de Elaboração de Relatórios de Inspeção | +info
Contabilidade Analítica | +info
Informação Administrativa e Proteção de Dados | +info
O Sistema de Normalização Contabilística para as Administrações Públicas | +info
Legística: Preparação Técnica e Redação de Leis e Regulamentos | +info
Código do Procedimento Administrativo para Não Juristas | +info
Processamento de Remunerações: Descongelamento de Carreiras (LOE 2018) | +info
Encarregado de Proteção de Dados (DPO) | +info
Inglês para Apresentações e Reuniões em Organismos Internacionais | +info
Fiscalidade: O IVA e o IRS | +info
 
     
 
COMPETÊNCIAS DIGITAIS
 
 
Programação Excel | +info
Power BI – Criação de Dashboards de Apoio à Decisão | +info
Folha de Cálculo Excel | +info
Segurança da Informação: Gestão de Risco de TI | +info
Gestão e Utilização do Portal Base | +info
 
     
 
FORMAÇÃO DE DIRIGENTES
 
 
Inovação Estratégica e Inteligência Competitiva | +info
 
     
 
COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS E ORGANIZACIONAL
 
 
Assertividade: Das Palavras às Ações | +info
Técnicas para Melhorar o Relacionamento Interpessoal | +info
Social Media Marketing e Gestão de Páginas de Facebook | +info
Linguagem Corporal e Microexpressões em Contextos Profissionais | +info
Técnicas de Redação Online: Internet, Intranet, E-Mail, Newsletter | +info
Como Comunicar e Influenciar Positivamente | +info

segunda-feira, 4 de junho de 2018

banco novo, novo banco ou o lixo do costume...?

Na venda foi acordado um mecanismo de capitalização contingente que prevê que, durante oito anos, o Fundo de Resolução possa compensar o Novo Banco por perdas de capital num conjunto de ativos 'tóxicos' e alienações de operações não estratégicas (caso ponham em causa os rácios de capital da instituição), no máximo de 3,89 mil milhões de euros.

A semana passada foi concretizada já a recapitalização do Novo Banco ao abrigo deste mecanismo em 792 milhões de euros, tendo para isso o Fundo de Resolução pedido emprestado mais 430 milhões de euros ao Estado.

Contudo, mesmo após isto, o Novo Banco ainda poderá requerer mais 3.000 milhões de euros para se recapitalizar nos próximos anos.

Além deste mecanismo de capitalização, no acordo entre o Governo e a Comissão Europeia em que esta aprovou a venda do Novo Banco, o Estado português comprometeu-se com uma intervenção pública direta para recapitalizar o Novo Banco num cenário adverso, caso a instituição precise de capital e os investidores não estejam dispostos a recapitalizá-lo.


in dn online...







in cm economia online...


comentário: 

dantes ainda havia conquilhas (dizia a canção) hoje já nem o mexilhão mexe e cresce... e ainda ontem diziam nas notícias que portugal era o 4º país que nais confiava no governo...?

o tanas...

e onde está o 'pilim' para a ala pediátrica do s. joão...?... na assinatura que falta...?


O ministro das Finanças disse esta quarta-feira que todos os compromissos assumidos aquando da venda do Novo Banco, como a possibilidade de uma futura recapitalização pública direta, visam evitar qualquer cenário de liquidação do banco. "Era preciso garantir que se afastava o cenário de liquidação do Novo Banco e todos os compromissos que o Governo assumiu foram com um objetivo, para preservar a estabilidade financeira em Portugal. Era preciso afastar, mesmo nos piores cenários, o cenário de liquidação do Novo Banco", disse esta quarta-feira Mário Centeno no parlamento, numa audição na comissão de Orçamento e Finanças pedida pelo CDS-PP para que o ministro dê explicações sobre o Novo Banco e a injeção de dinheiro público na instituição. Segundo o governante, o objetivo último do Governo é "afastar o processo de liquidação" do Novo Banco, uma vez que considera que sem isso todo o sistema bancário fica em causa. "As situações de contágio no sistema financeiro são de tal monta que se não estivermos dispostos a fazer tudo para preservar essa estabilidade pomos em rico o sistema financeiro", vincou.

Ler mais em: https://www.cmjornal.pt/economia/detalhe/novo-banco-centeno-diz-que-compromissos-do-estado-evitam-liquidacao-mesmo-no-pior-cenario

segunda-feira, 28 de maio de 2018

ilc... façam o favor de subscreverem...!

A suspensão da contagem de tempo de serviço para efeitos de progressão na carreira docente foi efetivada através de atos legislativos (nomeadamente através de artigos incluídos em leis de Orçamento de Estado dos anos em que se produziu).
O atual Governo foi entronizado no poder por uma maioria de base parlamentar, cujo quadro de ação essencial era reverter as medidas de austeridade do anterior Governo. Esta é uma das medidas que ainda falta, esteja ou não no programa do Governo.
As negociações em curso têm decorrido de forma insatisfatória porque o Governo, agarrado a conceitos mais ou menos ficcionais, como a sustentabilidade da despesa ou contas matematicamente discutíveis, simplesmente assumiu uma posição de não querer pagar aos professores o mínimo aceitável dos sacrifícios pesados que estes, tal como todos os contribuintes portugueses, fizeram durante os anos da crise, que, alegadamente, já passou, excetuando para os professores.
Se a suspensão (e salienta-se esta palavra; suspensão, paragem durante algum tempo limitado) da contagem do tempo de serviço para efeitos de progressão, foi introduzida por ato legislativo, também pode ser revertida igualmente por ato da mesma natureza.
Em Portugal, para a totalidade do território nacional, podem produzir atos legislativos a Assembleia da República (Leis) e o Governo (Decretos-lei). Já o direito de proposta, graças à lei relativa às Iniciativas Legislativas de Cidadãos, pode, no caso da Assembleia, ser exercido pelos deputados, pelo Governo e também por cidadãos.
Na verdade, fruto dessa Lei, 20 mil cidadãos podem organizar-se, produzir o texto da lei que querem ver discutida, enviá-la ao Parlamento e, depois do processo legislativo no Parlamento, terem a esperança de a ver discutida e eventualmente aprovada.
Decidimos fazer isso. E o texto nem precisa de ser muito complicado.
A lei que propomos é muito simples:
  • Um artigo para revogar a suspensão/anulação de contagem, bem como a produção de efeitos e contagem do tempo de serviço prestado, na sua integralidade.
  • Uma parte desse artigo deverá impedir que a existência de vagas ou menções mínimas de avaliação em alguns escalões possa perturbar os efeitos plenos da contagem integral.
  • Uma norma revogatória, para deixar claro e de forma indiscutível, que as normas que suspenderam a contagem ficam efetivamente revogadas (não faria falta, mas é só para vincar o ponto).
  • Uma norma para definir a entrada em vigor com duas vertentes: os professores e educadores são colocados no escalão na data a que têm direito, mas por razões legais gerais, só são pagos a partir do dia 1 de janeiro de 2019. Este ponto é importante porque se a lei tivesse efeitos orçamentais em 2018 não poderia ser apresentada e admitida.
Mas, com certeza, até 2019, os senhores Deputados/as (e o Governo com eles), nas suas negociações para fazer o orçamento, arranjarão maneira de acomodar (cortando noutros lados ou arrumando melhor receitas e despesas) a despesa em reposição de salários devidos. Não se duvida que aprovarão a Lei, se puserem o dinheiro onde põem as palavras, dado que aprovaram uma Resolução recomendando ao Governo que fizesse o que agora pretendemos.
Porque nem tudo podem ser contas de merceeiro. E a política e a governação têm a ver com Finanças, mas também com Justiça.
Sendo assim, pedimos a todos os professores, restante comunidade educativa, familiares e amigos, que subscrevam esta iniciativa.

Precisamos de 20 mil assinaturas!

Para facilitar a assinatura fica este pequeno vídeo
Link direto para a ILC
A Comissão
Alexandre Henriques
Luís Braga
Paulo Guinote
Anabela Magalhães
Fátima Ventura
Armando Borlido
Cassilda Coimbra
Sandra Carmo
Promotores da Iniciativa
Alfreda Fonseca
Anabela Almeida
Cláudia Fialho
Henrique Pereira
Isilda Dias
José Daniel Sá
Judite Calado
Liliana Fernandes
Maria Fernandes
Rita Bettencourt
Rosa Faria

Serafim Files


com a devida vénia, via 'com regras'...

sexta-feira, 25 de maio de 2018

léxicos e quejandos do ao...



in público...

das questões 'onomásticas'...?



in público...

rgpd...


Caro subscritor,
O novo regulamento geral de proteção de dados entra em vigor a 25 de maio deste ano e tem como finalidade garantir que cada pessoa mantém a propriedade dos seus dados, assegurando a sua proteção e as decisões relativamente ao controlo da privacidade.
A DECO PROTESTE, desde há muitos anos, tem sido promotora de iniciativas para garantir que o consumidor é o principal decisor nas suas escolhas. É por isso, e por sentirmos que esta medida europeia faz parte da nossa luta pela transparência do mercado, que apoiamos e defendemos este regulamento.
Deste modo, é importante que conheça as recentes alterações incluídas nos nossos termos e condições. Asseguramos, no entanto, que as principais disposições permanecem inalteradas. Convidamos à sua leitura nesta página.
Também atualizámos a nossa política de privacidade, onde explicamos a forma como recolhemos os seus dados e onde constam os seus direitos nesta matéria. Conheça aqui as novidades.
Importa ainda comunicar que já tomámos todas as medidas técnicas necessárias para proteger devidamente os seus dados.
A partir de 25 de maio, e enquanto subscritor que utiliza os produtos e serviços da DECO PROTESTE, estará a concordar com as revisões agora comunicadas.
Como referido inicialmente, o regulamento geral de proteção de dados prevê que possa alterar as suas preferências relativamente às comunicações que recebe. Faça essa gestão através da sua área pessoal.
A nossa equipa permanece à sua disposição para qualquer questão.
Obrigado pela sua confiança.
Nuno Fortes
Diretor da DECO PROTESTE

quinta-feira, 24 de maio de 2018

património... para quem se interessar pelo assunto, divulgo...!

NOVIDADES SNBCI Últimas publicações SNBCI (portes grátis)




19 € (24€) Saber + 12 € (15€) Saber + 25 € (29€) Saber + _ _ _ 

ÚLTIMAS 2017-18 Novidades recentes na LojaOnline




38.90 € Saber + 15 € Saber + 10 € Saber + 

PROMONTÓRIA MONOGRÁFICA Colecção sobre património retabular português






 20 € Saber + 20 € Saber + 20 € Saber +  

COLECÇÃO COMPLETA
16 volumes (2005-2018)
*exemplares limitados, incluindo volumes esgotados

Exclusivo LojaOnline

A LOJAONLINE do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja, tem o objectivo de disponibilizar junto do grande público o trabalho editorial produzido pelas diversas instituições eclesiais, no âmbito dos Bens Culturais da Igreja. Monografias, catálogos de exposições, roteiros, actas e outras obras, frequentemente, de difícil acesso, podem ser adquiridas numa plataforma comum.


fb 1

quarta-feira, 23 de maio de 2018

divulgando....

Facebook deve compensar os consumidores



Junte-se ao nosso grupo no Facebook para exigir que os consumidores sejam compensados e para obrigar a empresa a comprometer-se com boas práticas no futuro. 
22 maio 2018

facebook
Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, é hoje ouvido no Parlamento Europeu (PE) para prestar esclarecimentos sobre o uso dos dados dos seus utilizadores. Pode seguir a audição no grupo “Os meus dados são meus”, que a DECO PROTESTE e as suas congéneres da Bélgica, Itália, Espanha e Brasil lançam hoje no Facebook. O nosso objetivo é usar este grupo naquela rede social para alertar os consumidores para a utilização dos seus dados.
No grupo, os consumidores poderão encontrar respostas para as suas questões relacionadas com este tema, descobrir as diferentes formas de partilha dos seus dados e fazer parte daquela que pretende ser a maior comunidade a apresentar o descontentamento dos seus utilizadores ao Facebook .

Assim que rebentou o escândalo Cambridge Analytica, estabelecemos uma conversa direta com a empresa. Durante várias semanas, aguardámos pelas respostas às nossas questões, mas não recebemos nenhuma satisfatória, direta, inequívoca. Até agora, o Facebook tem apresentado uma nova postura e uma nova política de proteção dos dados dos consumidores, mas sem divulgar medidas concretas.

Por isso, na audição no Parlamento Europeu, Mark Zuckerberg deveria começar por responder ao que perguntámos:

  • que compensação vai ser paga aos consumidores afetados?
  • no futuro, como poderá o Facebook controlar os dados?
  • quais os resultados da inspeção interna, anunciada pelo Facebook, para eventual deteção de outras violações?
  • que medidas concretas vão ser tomadas para recuperar a confiança nesta rede social?
  • como será a gestão da partilha de dados (com quem, quando e como) dos utilizadores do Facebook compatível com o seu modelo de negócio? 
Vamos lutar pela proteção dos direitos dos consumidores enganados e pelo estabelecimento de uma compensação pela utilização abusiva dos seus dados. Queremos também que as redes sociais dividam os ganhos recebidos com os dados dos utilizadores com os consumidores.


via deco... 

quarta-feira, 2 de maio de 2018

mais uma publicação com interesse...

mac pero capa  _
MESTRE PERO | MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGAApresentação do 1º número da colecção
por Paulo Pereira, 4 Maio 2018, 18h00

Individualizando alguns dos mais destacados autores de cada tempo, responsáveis pela produção artística de matriz cristã, a colecção Mestres da Arte Cristã oferece ao leitor uma perspectiva integrada do património cultural português, da idade média à contemporaneidade, nas áreas da arquitectura, pintura, escultura e artes decorativas. Divulgando obras notáveis da arte nacional, mas desvendando também um significativo conjunto de realizações inéditas, aposta no rigor de uma metodologia actualizada, com a colaboração dos mais avalizados especialistas.
Mestre Pero (c. 1300-1350), a que se dedica o primeiro número desta colecção, representa um momento de ruptura na arte portuguesa, uma revolução no panorama da escultura medieval. Ao serviço da rainha Santa Isabel, agradou a uma clientela vasta e prestigiada, como os arcebispos de Braga e de Évora, uma princesa bizantina, nobres e muitos outros encomendadores. Com este livro, da autoria de Carla Varela Fernandes, a obra deste importante escultor é tratada como um todo, arriscando-se ainda um provável itinerário artístico, entre França e vários locais da Península Ibérica.
Mestres da Arte Cristã é um projecto editorial do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja, desenvolvido em parceria com a Direcção-Geral do Património Cultural.

_

fb 1

quinta-feira, 26 de abril de 2018

para complementar a primeira entrada de hoje...


o boneco do dia...



in cm...

divulgando... nada como tomar atenção a pequenas coisas (hábitos, por exemplo)...


Isto abrirá os seus olhos! Leia a mensagem até ao fim; e depois, envie para a sua lista de amigos.

"Dr. Stephen Mak trata de doentes com cancer terminal de uma forma "não ortodoxa/menos comum" e muitos pacientes se recuperam.

Antes, ele usava energia Solar para eliminar a doença dos seus pacientes. Ele acredita no tratamento natural contra doenças no corpo. Veja o seu artigo abaixo:

"É uma das estratégias para curar o cancer. Ultimamente, a minha taxa de sucesso é de 80 %. Pacientes com cancer não devem morrer. A cura para o cancer já foi encontrada - está na forma de como comemos frutas, quer acredite ou não.

Fico sentido pela morte de centenas de pacientes através do método convencional.

Comer Frutas

Todos nós pensamos que comer frutas significa comprar fruta, cortar e pormos nas nossas bocas. Não é assim tão fácil como pensamos. É importante saber como e quando comer as frutas.

Qual é a forma correta de comer fruta?
Significa não comê-las depois das refeições!

Frutas devem ser comidas de Estômago vazio.
Se você ingerir fruta de estômago vazio, ela terá um papel maior na desintoxicação do seu corpo, fornecendo muita energia para perder peso e outros benefícios à saúde.
As frutas são os alimentos mais importantes.

Digamos que você come duas fatias de pão e depois uma fatia de fruta. A fatia de fruta está pronta a ir direto aos intestinos através do estômago, mas é impedida devido ao pão que você comeu antes dela.
Enquanto isso, todo o pão e fruta fermenta, tornando-se em ácido. No minuto que a fruta entra em contato com a comida no estômago e os sucos digestivos, a massa inteira de comida começa a estragar o seu efeito.

Portanto, por favor, coma a sua fruta de estômago vazio ou antes das refeições!

Tem-se ouvido pessoas queixarem-se:

Todas as vezes que como melão, após as refeições,   o meu estômago incha; quando como uma banana, sinto vontade de correr para a banheiro, etc...etc..

Na verdade, tudo isso não aparecerá se comermos frutas de estômago vazio.

A fruta mistura-se com os outros alimentos apodrecendo e sendo digerida, produz gases, por isso a sensação de inchaço.

Cabelo esbranquiçado,   calvice, explosões nervosas e olheiras, tudo isso não acontecerá se você comer fruta de estômago vazio.

Alguns dizem que algumas frutas, como Laranja e Limões, são ácidas.

Todas as frutas se tornam Alcalinas no nosso corpo, de acordo com o Dr. Herbert Shelton que fez investigação sobre esse propósito.

Se você aprender a forma correta de comer fruta, terá o segredo da beleza, longevidade, saúde, energia, felicidade e peso normal.

Quando precisar beber suco de fruta, tome apenas suco natural, não de latas, pacotes ou garrafas.

Nem vale a pena beber suco que tenha sido aquecido.

Não coma fruta cozida, porque não obterá os nutrientes de forma nenhuma. Somente sentirá o sabor. Cozinhar destrói todas as vitaminas.

Mas, comer a fruta por inteiro é muito melhor que beber o suco.

Se tiver que beber o suco natural de fruta, tome de gole em gole e devagar, porque deve  deixá-lo misturar-se com a sua saliva antes de engolir.

Você pode entrar num jejum só de frutas por 3 dias,  para limpar ou desintoxicar o seu corpo.

Faça isso e ficará surpreendido quando os seus amigos te disserem o quão radiante parece!

Frutas

Kiwi: pequena mas poderosa. É uma boa fonte de potássio, magnésio, vitamina E & Fibra. Contém duas vezes mais vitamina C do que a Laranja.

Maçã: Uma maçã por dia previne a vinda do cancer. Embora a maçã tenha uma quantidade pequena de vitamina C, ela tem antioxidantes & flavonóides que fortificam o efeito da vitamina C assim, ajudando a reduzir o risco do cancer do Cólon, ataques cardíacos e tromboses.

Morango: Fruta protetora; morango tem o conteúdo mais alto do efeito de antioxidantes entre grandes frutas e protege o corpo de causadores do cancer, entupimento dos vasos sanguíneos e sem radicais.

Laranja: a medicina mais doce. Comer 2-4 Laranjas por dia pode ajudar a prevenir a constipação, baixar o colesterol, prevenir e dissolver pedras nos rins assim também como diminuir o risco de cancer do Cólon.

Melão: O mais fresco a saciar a sede. Composto de 92% água, e também composto por uma grande dose de glutathione, que ajuda a reforçar o nosso sistema urinario. Também é uma fonte chave de lycopene - o oxidante que combate o cancer. Outros nutrientes que se encontram no melão são, a vitamina C & o Potássio.

Goiaba & Papaia: Lideram no conteúdo de  vitamina C. Elas são as campeãs pelos seus grande conteúdos em vitamina C.

A Goiaba é também rica em fibra, que ajuda na prevenção da constipação/congestão.

Papaia é rica em carotene; que é bom para os olhos.

Beber água ou bebidas geladas depois das refeições = Cancer, acredita nisso? Para aqueles que gostam de beber água ou bebidas geladas, este artigo é aplicável para eles.

De qualquer modo, a água gelada ou bebidas irão solidificar o conteúdo oleoso que você acabou de ingerir e dificultará a digestão.

Uma vez que esse 'lodo' reagir com o ácido, ele quebra-se-a e será absorvido pelos intestinos mais rápido do que a comida sólida.

Ira se alojar nos intestinos, e muito brevemente tornar-se-á em gordura e levará ao cancer!

O melhor é beber chá morno depois das refeições.

Vamos ser cuidadosos e conscientes. Quanto mais soubermos, mais chances teremos de sobreviver."


nota - chegou-me via mensagem...